Hyvon Ngetich, maratonista queniana de 29 anos, liderava a Maratona de Austin (Texas, EUA) a 50 metros da linha da meta. De súbito, o esforço despendido nos 42 quilómetros da corrida já percorridos foi pesado demais.

A atleta caiu quando já faltava tão pouco para ganhar. Recusando o apoio do staff, não quis desistir e continuou o seu percurso heróico a gatinhar cortando a linha de chegada em 3º lugar (em 3:04:02h).

Após receber ajuda médica, explicou aos jornalistas o que se passou. «Sentia-me bem. Não via ninguém quando olhava para trás. Não me lembro de nada do que aconteceu nos dois últimos quilómetros. Nem sabia onde estava a linha da meta. Graças a Deus consegui cortá-la.»

Um exemplo de superação e inspiração que podem ver em mais um vídeo motivacional.

Hyvon Ngetich Bravest Finish Ever Of The Austin Marathon

Em entrevista ao canal de TV Fox 7, John Conley, director da prova, sensibilizado com a atitude lutadora desta grande mulher decidiu aumentar o prémio da maratonista do Quénia. «O que ela fez, primeiro com as mãos nos joelhos e depois a rastejar… foi algo que eu nunca tinha visto nos 43 anos em que estou envolvido no Desporto. Foi a corrida mais corajosa que vi em toda a minha vida. Merece ser elogiada.»

Um vídeo inspirador de uma mulher que se sentiu totalmente sem forças e se recusou sempre a desistir. Um exemplo para todos de que até nas mais graves e duras condições o ser humano tem uma capacidade inata de se superar. A força interior de Hyvon Ngetich venceu o cansaço e marcou a história do Desporto.

Video Inspiracional: Hyvon Ngetich termina Maratona de Austin gatinhando
Video Inspiracional: Hyvon Ngetich termina Maratona de Austin gatinhando

Comentários

comentários